18 de abr de 2013

Secretaria de Direitos Humanos inaugura centro de referência e assina termo de adesão com a prefeitura de Goiânia (GO)



Foi lançado, oficialmente, nesta 4ª feira, o Centro de Referência em Direitos Humanos João Bosco Burnier, sediado na Casa da Juventude.

Nesta quarta-feira (17), uma equipe da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR) inaugurou o Centro de Referência de Direitos Humanos (CRDH) da capital goiana e assinou com a prefeitura o termo de adesão à Política Nacional para População em Situação de Rua.

Representando a SDH/PR, o diretor de Promoção de Direitos Humanos, Marco Antônio Juliatto, explicou que o município havia sido selecionado para receber um CRDH no ano passado, através de um edital.

“Apesar de estarmos muito focados nesses lamentáveis incidentes, o Centro de Referência serve para defender todos direitos das minorias”, disse o diretor, referindo-se às pessoas em situação de rua assassinadas na Grande Goiânia desde agosto. O equipamento atenderá a todos os casos de violação de Direitos Humanos de crianças e adolescentes, idosos, pessoas com deficiência, população LGBT, entre outros.

O prefeito de Goiânia, Paulo Garcia, ao assinar o termo de adesão, frisou que é importante o empenho de todos para superar essa onda de crimes contra a população em situação de rua. “A adesão à esta política mostra que não estamos nos omitindo frente a essa grave situação social, que é responsabilidade de todos nós”, afirmou.

Garcia ainda anunciou que o município está começando a reforma do atual abrigo e pretende criar outros quatro, além de construir três Centros de Referência Especializados para a População em Situação de Rua (Centros Pop). O prefeito também assinou o decreto que cria o Comitê Gestor Municipal Intersetorial da Política Nacional para a População em Situação de Rua.

Centro de Referência – Localizado junto à Casa da Juventude (Caju), no Setor Universitário, esse é o primeiro CRDH do Estado de Goiás e integra uma rede de 30 centros distribuídos em todo o país. A estrutura atende diretamente à população nos mais diversos casos de promoção e defesa dos seus direitos, oferecendo assistência jurídica e psicossocial. Em Goiânia, o CRDH, com uma equipe de nove profissionais, será mantido através de convênio com a Caju, para a qual serão repassados aproximadamente R$ 350 mil. O endereço da Caju é 11ª Avenida, 953 – Setor Universitário.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social – página da Secretaria de Direitos Humanos. In. Blog Educar sem Violência. Cida Alves. 2013. 

Nenhum comentário: